Livros

Cinquenta Tons Mais Escuros + Cinquenta Tons de Liberdade – E. L. James

Londres, Paris, Sorvete…???

Nada melhor do que colocar como título da resenha sobre um livro a frase que sempre te faz lembra-lo, ou melhor cada palavra dessa frase faz-me lembra-lo e sorri… acredito que quem leu o livro entende o motivo e quem não leu…  Leia, faz muito sentido, juro! rs. Tenho que dizer que não consegui escrever a resenha de Cinquenta tons mais escuros, pela simples razão que: NÃO ESPEREI NEM 5 SEGUNDOS DEPOIS QUE TERMINEI DE LER CINQUENTA TONS MAIS ESCUROS PARA COMEÇAR A LER CINQUENTA TONS DE LIBERDADE, então não consigo separa-los para mim os dois são um livro só que seria realmente muito bem intitulado de “CINQUENTA TONS DE LIBERDADE”, por isso essa é uma resenha dos dois.

Eu acho que fui uma das poucas pessoas que detestou Cinquenta Tons de Cinza como disse anteriormente na resenha sobre esse livro aqui, achei os personagens vazios e o livro sem enredo só decide ler os outros dois volumes da trilogia porque tenho o costume de nunca deixar uma “saga” pela metade, mas deixe-me contar um segredo vocês… VALEU MUITO A PENA. Se no primeiro a autora não fez questão de apresentar ao leitor os personagens de forma verdadeira nesse ela faz isso de forma profunda, podemos compreender exatamente o por que das ações de todos os personagens, até Taylor podemos compreender rs.

Você gostou da Anastásia boazinha, abnegada e inocente do primeiro livro? Pois é, sinto por decepciona-los, mas essa simplesmente não existe E. L. James mostra-nos no 2° e 3° livro da serie que sua protagonista é uma mulher inteligente, determinada, equilibrada e extremamente forte capaz de sustentar não somente seu próprio equilíbrio emocional como também o do que homem a quem ama, e o mais interessante disso é que ela faz isso enquanto descobre-se, assumindo assim suas vontades e conhecendo seus limites, não só em relação ao sexo, mas em relação a crescimento pessoal mesmo… Quem eu sou? Até onde sou capaz de chegar? Mais ou menos por aí. Quanto a Christian é lindo ver como ele é capaz de superar seus maiores medos para fazer de Anastásia a pessoa mais feliz do mundo, amo ver personagens como Christian se redimindo, é muito bom  ver ou melhor de ler como ele reaprendeu a viver para construir uma vida com ela. Ao conhecermos Christian entendemos o porque de suas ações e de sua necessidade excessiva de controle e super proteção em relação a Anastásia, que para mim não precisa de proteção nenhuma já que até com armas de fogo ela é boa rsr

Outra coisa interessante sobre os livros é como mostra a construção da intimidade entre o casal, quantas pessoas acham que porque fazem sexo com certa pessoa são intimas dela? Eu acredito que muitas, o que na realidade é um grande engano. Vemos Anastásia e Christian lutando para tornarem-se verdadeiramente íntimos, porque sexo eles fazem e muito, mas no inicio não conseguem dividir as coisas realmente, entenderem as razões e reações do outro, até descobrirem que a intimidade é o segredo de fazer o casamento deles funcionar. Queria poder apontar onde eles descobrem isso, mas não tem graça se eu contar, né?

Outros personagens também protagonizam boas “cenas”, mas a melhor de todos sem dúvida foi protagonizada por Grace e Elena em Ciquenta Tons Mais Escuros, e depois por Anastásia, Christian e um desconhecido em uma boate em Aspen em Ciquenta Tons de Liberdade … ri horrores das duas situações.

Enfim, recomendo!

Sempre associo músicas ao
livro que estou lendo, uma amiga me aconselhou a publicar as músicas junto com a
resenha, então  aqui vai minha primeira
resenha com trilha sonora rsrs. Abaixo postei os videos e os trechos das músicas que me lembram os livros:

 
1)This Love – Maroon 5


 
(…) I tried my
best to feed her appetite, k
eep her
coming every night, s
o hard to
keep her satisfied (…) 
My pressure
on your hips s
inking my
fingertips e
very inch of
you c
ause I know
that’s what you want me to do (…)
 
2) Pra você guardei o amor
 
 
(…)Pra você guardei o amor que nunca soube dar, o
amor que tive e vi sem me deixar sentir sem conseguir provar, sem entregar e
repartir, guardei sem ter porque nem por razão ou coisa outra qualquer além de
não saber como fazer pra ter um jeito meu de me mostrar (…)
 
3) Não precisa mudar – Ivete Sangalo e Saulo
 
 
(..)Não precisa mudar,vou me adaptar ao seu jeito, seus
costumes, seus defeitos seu ciúme, suas caras, pra quê mudá-las? Não precisa
mudar, vou saber fazer o seu jogo, saber tudo do seu gosto, sem deixar nenhuma
mágoa,

sem cobrar nada… se eu sei que no final fica tudo bem, a gente se ajeita numa
cama pequena, te faço um poema, te cubro de amor(..)

4) Pra sonhar – Marcelo Jeneci
 
(…)Quando
te vi passar fiquei paralisado. Tremi até o chão como um terremoto no Japão. Um
vento, um tufão, Uma batedeira sem botão… Foi assim viu me vi na sua mão. Perdi
a hora de voltar para o trabalho, voltei pra casa e disse adeus pra tudo que eu
conquistei mil coisas eu deixei só pra te falar: largo tudo se a gente se casar
domingo, na praia, no sol, no mar ou num navio a navegar num avião a decolar,
indo sem data pra voltar, toda de branco no altar. Quem vai sorrir? Quem vai
chorar? (…)

O que acharam?
Bjinhos
Kynne
Anúncios

O que achou? Comenta aí!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s